segunda-feira, 9 de julho de 2007

Bem vindos ao blog (?) caos do Nemer.

Aqui você vai entrar em contato com o Nemerland, meu mundo paralelo, virtual e imprevisível. Caótico, que seja.

Para começar apresento uma recente atividade inútil: panfletagem na frente da Receita Federal de BH, distribuindo o texto "por uma receita de sucesso",

que, acredito,
era um texto que ensinava a fazer pão de queijo.
Agora a parte séria: SORRISOS!!!
De sério nesse mundo chega os executivos que devem ser executados.
Adoro almoçar onde almoçam os executivos e imaginar suas cabeças nos pratos, seus miolos à vinagrete. Executem todos eles, por favor.
Começando...
SAUDE E ANARQUIA!!!!

E um pouco de mensagem "religiosa":

Raulzito lendo o liber oz na música "A LEI".

Liber Oz
--------------------------------------------------------------------------------
"A Lei do Forte: Essa é nossa lei e a alegria do mundo." AL 2.21
"Faze o que queres há de ser o todo da Lei." AL 1.40
"Não tens direito fora fazer o que queres. Faze isto, e ninguém dirá não" AL 1.42-3
"Todo homem e toda mulher é uma estrela." AL 1.3
NÃO HÁ DEUS ALÉM DO HOMEM.
Parenteses aqui: (OBA!!! AINDA BEM!!! SEM PARANOIA: somos espíritos livres!!!)
1. O homem tem o direito de viver pela sua própria lei
de viver da maneira que ele quiser:
de trabalhar como ele quiser:
de brincar como ele quiser:
de descansar como ele quiser:
de morrer quando e como ele quiser.
2. O homem tem o direito de comer o que ele quiser:
de beber o que ele quiser;
de se abrigar onde quiser.
de se mover como queira na face da terra.
3. O homem tem o direito de pensar o que ele quiser:
de falar o que ele quiser:
de escrever o que ele quiser:
de desenhar, pintar esculpir, gravar, moldar, construir como ele quiser:
de vestir-se como quiser.

4. O homem tem o direito de amar como ele quiser:
"pegai vosso quinhão e vontade de amor como
vós quiserdes, quando, onde e com quem quiserdes!" AL 1.51
5. O homem tem o direito de matar aqueles que possam frustrar esses direitos.
" os escravos servirão." AL 2.58
" Amor é a lei, amor sob vontade." AL 1.57

Liber Oz
Liber Oz é a obra máxima de Aleister Crowley, um dos primeiros textos contidos no "Livro da Lei". A presente versão foi retirada do livro "O Equinócio dos Deuses", tradução do "The Book of the Law" para o português, editado apenas uma vez no Brasil em 1976.
O Número 666 "O número 666 chama-se Aleister Crowley"
Nascido na Inglaterra em 1875, Aleister Crowley foi uma das maiores autoridades esotéricas de nosso tempo. Menino prodígio, Crowley lia a Bíblia em voz alta aos quatro anos. Incansável estudioso das denominadas ciências ocultas, deixou uma vasta obra teórica, onde tenta mostrar como desenvolver e entrar em contato com a energia interior, e usá-la produtivamente para modificar por completo a vida. Crowley afirmava que essa energia que durante muito tempo procurou desenvolver através de ritos sexuais seria totalmente liberada com a chegada da Nova Era, período em que as leis sociais seriam definitivamente rompidas para que todos pudessem finalmente viver em plenitude. Crowley, que se auto-intitulava a Grande Besta 666...



4 comentários:

Camila disse...

Hehe.. Hehehe.. Hehehe... A... A... ATCHIM! i.i *Postando sob orientação do dono do blog
Bjo papai!

Edson disse...

i.i Santo Deus...

proscrito disse...

hehehe... hehehhehhe... hehehehehhe....
a.. a... aa.... a ...
aaaaaaaaaaaaaaaaaatchim!

É assim que posta, Mi.

Lilian disse...

I N A C R E D I T Á V E L ! ! ! Ainda bem que eu estou de férias. Só gostei da foto do burro. Que para de pau na boca que é essa? Pra mim isso é novidade...